Philipe Cardoso 30 anos, Carioca, Criador do Portal Zoom Digital, mantém desde a época que possuía formato de blog, Podcaster do Zoom Cast. Amante por todo tipo de tecnologia.

Google Chrome agora para GNU/Linux e Mac OS X

1 min read

Versao
Versao

Depois de nove meses do lançamento da versao para Microsoft Windows sao as versoes para Mac OS X e GNU/Linux. Infelizmente a versao ainda e beta, mas de um jeito diferente que os outros betas da Google: esse sim e so para testes. Entre os principais problemas conhecidos estao a impossibilidade de:

  • Instalacao de plugins (incluindo Flash);
  • Impressao das paginas;
  • Caracteres especiais (sim, esse post esta sendo escrito pelo Google Chrome e por isso nao tem acentos);
  • Troca de abas complexa, como mover uma aba de uma janela para outra;
  • Instalacao e uso do Google Gears;
  • Trocar as opçoes de privacidade, como site de pesquisas e pagina inicial, que e a seguinte por padrao:
Tela inicial padrao
Tela inicial padrao

Entre as informaçoes que ela apresenta e a diferença do projeto Chromium e o Google Chrome, a lista dos problemas ja citados, a importancia de nao usar o browser em um ambiente de produçao, pedido para que os bugs sejam reportados e como resporta-los.

Mesmo com essas incompatibilidades e o atraso do lançamento da versao para esses dois sistemas, um Google Chrome nativo para GNU/Linux e Mac OS X e nao algo emulado com o Wine ou algo do genero mostra que a Google começa a se importar com os usuarios nao-Microsoft Windows.

Vale ainda esperar um pouco para começar a usar ativamente o navegador que oferece uma velocidade muito acima dos concorrentes em abertura de sites em AJAX e com uma interface estilo Google/Linux: se nao e necessario, deixa sem; e funcionalidades que foram lançadas primeiro e ja “copiadas” pela Mozilla no Firefox 3.5: o modo Incognito, que oferece uma janela que nao sao gravadas informaçoes do que e acessado.

Incognito
OK, sei que ele nao e usado para acessar o UOL, mas isso e um site de familia

Requerimentos Mac OS X (download):

  • Processador Intel;
  • Mac OS X 10.5.6 ou superior.

Requerimentos GNU/Linux (download i386 amd64):

  • Intel Pentium 4 / Athlon 64 ou superior;
  • Ubuntu 8.04 ou superior (32 ou 64 bits) ou Debian 5 Lenny (32 bits) (por enquanto esta empacotado so em .deb, mas de acordo com os desenvolvedores, descompactar o arquivo e instalar em outra distribuiçao deve funcionar);

Neste momento, com 9 abas abertas (as mesmas, nos navegadores):

Firefox 3.0.10 83,6MB

Google Chrome 3.0.183.1 53,9MB

Para os apressados que acham que conseguem sobreviver com somente essa versao primaria do Google Chrome, saiba que ao nao exibir caracteres especiais, e impossivel para alguns a digitaçao da propria senha…

Philipe Cardoso 30 anos, Carioca, Criador do Portal Zoom Digital, mantém desde a época que possuía formato de blog, Podcaster do Zoom Cast. Amante por todo tipo de tecnologia.

Unboxing e primeiras impressões do tripé da K&F Concept…

Salve salve rapaziada, hoje vamos fazer o unboxing e ter as primeiras impressões do tripé da K&F Concept o BA225, feito em fibra de...
Philipe Cardoso
48 sec read

4 Replies to “Google Chrome agora para GNU/Linux e Mac OS X”

  1. A leveza do Chrome tambem me atrai, mas sera que continuara assim depois de surgirem as mais diversas extensoes?
    Sua rapidez na abertura das mais variadas paginas tambem e outro atrativo.
    Mas sou fa dos serviços Google e poder usar o Chrome sem o wine e um bom começo!

  2. Lex Aleksandre, o Larry Page já disse que a Google acompanhará de perto cada extensão criada para o Chrome. De acordo com ele, mesmo que o usuário queira deixar o browser lento, não consiguirá.

    Se eu encontrar a palestra dele, posto aqui ainda hoje.

  3. Otimo Post Irio,

    A um tempo atras utilizei uma espécie de emulação do CHrome o projeto nomeado Chromium algo assim, e não gostei achei bem diferente da base do Chrome para Windows, vou testar por aqui e ver como ficou.

    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *