RMS vs. PMPO: Quais são as diferenças?

Browsers para smartphones: conheça as opções de hoje em dia!
01/08/2010
Relatório de modificações do Firefox
01/08/2010

RMS vs. PMPO: Quais são as diferenças?

Philipe Cardoso
Philipe Cardoso
28 anos, Advogado, Carioca, Criador do Portal Zoom Digital, mantém desde a epoca que possuía formato de blog, Podcaster oficial do Zoom Cast. Amante por todo tipo de tecnologia.

6 Comentários

  1. Deybs disse:

    Mas RMS não é melhor? Sempre ouvi dizer que PMPO era potência máxima para otários. Com um sistema PMPO você perde a qualidade com o passar do tempo e com o RMS não… Li isso quando decidi comprar um sistema 5.1.

  2. Patrik disse:

    Muitos erros.
    "PMPO (Power Music Pic Output ou Pico de Força de Saída Musical) é a potência que mede a potência pico-a-pico, ou seja, mede a potência elétrica aplicada no altofalante ao invés da potência que é convertida em som (RMS)."
    Totalmente errado. Tanto PMPO quanto RMS (e média, pico, pico a pico, IHF) se referem a potência aplicada ao alto falante. A potência sonora depende de fatores do alto falante e da caixa que determinam o rendimento, mas dificilmente é especificada.
    "O multiplicador RMS para PMPO não é um valor único e real. Cada fabricante adota um padrão para medir as potências de seus amplificadores. Em estudos realizados, podemos encontrar valores que vão de 4 até 12 vezes"
    Já vi até 30 vezes mais. PMPO foi desvirtuado pelos fabricantes, sendo que cada um especifica o que bem entende, já que não há normalização para isso.
    Portanto, ninguém deve olhar para a potência especificada em PMPO. Deve-se verificar apenas a RMS.
    "Se você procura um som para ambiente interno, procure dar preferência para valores PMPO com sinal Hi-Fi". NÃO MESMO. Hoje PMPO só serve para vender mais.
    "Sistemas de som de 2.1 canais, que hoje em dia são comuns, não possuem uma alta potência em valores médios reais (RMS). Portanto, pode ser desanimador verificar esta potência real". O usuário deve ter conciência de que 2W é bom para um rádio pequeno, 20W para um som no computador, 100W para pequenas festas em casa. Acima de 500W apenas para ambientes grandes.
    "Mas não se preocupe: não é a mais alta potência, mas a qualidade, com certeza, será bem melhor". Mais importante que a potência é a qualidade do som.

  3. Patrik disse:

    Mais duas coisas que não foram consideradas: A Taxa de Distorção Harmônica (THD) e a sensibilidade (SPL, em dB a 1W a 1m, dB/W/m)
    Em aparelhos domésticos a grande maioria dos fabricantes especifica a potência RMS a 10% de THD. É uma distorção muito elevada (como um rádio relógio no último volume).
    Fabricante de som profissional especifica a potencia a menos que 1% de THD, geralmente a 0,1%, que não é perceptível.
    Desta forma, um aparelho de 100Wrms a 0,1% poderia ser especificado com sendo 250Wrms a 10%.
    Desta forma os fabricantes conseguem "aumentar" a potência mesmo em RMS. Mas como a maioria especifica a 10% pode-se usar esse valor para comparar aparelhos residenciais. Mas não se pode comparar aparelhos profissionais com residenciais apenas pela potência esquecendo-se de verificar a THD.

    A sensibilidade indica quanto de pressão sonora, em dB (decibel) um falante dá com 1W a 1 metro de distância. Isso muda muita coisa. Um falante que tem 93dB/1W/1m dá mesma coisa que um de 90dB/1W/1m com a mesma potência.
    Caixas pequenas residenciais possuem 86 a 89 dB/1W/1m, enquanto que profissionais possuem mais de 94. Cornetas e tweeters profissionais chegam a 110dB/1W/1m.
    Lembrando que para aumentar em 3dB é necessário dobrar a potência.

  4. Dercio dos Santos Chongola disse:

    No tangente ao ultimo paragrafo, fikei com uma duvida, eu tenho um caixa acustica de 600watts rms, 8ohm, poderia liagar a mesmo num amplificador de 1400watts rms 8ohm, sem risco de dinificar a minha caixa?

  5. Comprei uma caixa amplificada ela tem 500 wts e fala que ela tem 16 de mrs qual a potência certa de wts dela

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *