Philipe Cardoso 30 anos, Carioca, Criador do Portal Zoom Digital, mantém desde a época que possuía formato de blog, Podcaster do Zoom Cast. Amante por todo tipo de tecnologia.

O sucesso do Twitter

1 min read

twitter

Por Leandro Novaes:

O microblog criado nos EUA em 2006 chegou tímido, como quem não quer nada, até estourar na mídia e crescer consideravelmente. Hoje o Twitter é a terceira rede social mais usada, atrás apenas do Facebook e do MySpace, respectivamente, com um crescimento de 900% apenas em 2008. O enorme crescimento desta ferramenta traz a questão: o que impulsionou o sucesso do Twitter?

Antes de tudo é necessário explicar como o Twitter funciona. Como um blog, o usuário escreve posts de até 140 caracteres, estes posts são vistos por todos aqueles que “seguem” este usuário e vice-versa. Acima da caixa de tweets havia a pergunta “O que você está fazendo?” que recentemente mudou para “O que está acontecendo?” (“What’s happening”, em inglês). Afinal essa é a função mais importante do Twitter e seu primeiro motivo de sucesso: mostrar em tempo real o que acontece. E essa é uma grande diferença entre o Google e o Twitter: as notícias levam algum tempo para aparecer no buscador e alguns segundos no microblog.

O segundo motivo de sucesso é a proximidade com que um usuário tem com o outro. É possível saber como o que a pessoa faz e o que ela pensa. Dessa forma o usuário “monitora” seus amigos, colegas e até celebridades como o presidente Barack Obama, que possui quase três milhões de seguidores.

Nos últimos tempos empresas têm visto oportunidades no Twitter. Considerando que no Twitter os usuários buscam informações e não pessoas – como em outras redes sociais -, empresas aproveitaram essa ferramenta para dirigir sua propaganda diretamente para o seu público, e esse é o terceiro motivo de sucesso. Claro, é preciso saber dirigir as campanhas online para que o assunto não passe da resposta ao anúncio a discussões e reclamações.

Nessa brincadeira o usuário escolhe o conteúdo, quem seguir e o que dizer. É o usuário quem faz o Twitter ser o Twitter.

Philipe Cardoso 30 anos, Carioca, Criador do Portal Zoom Digital, mantém desde a época que possuía formato de blog, Podcaster do Zoom Cast. Amante por todo tipo de tecnologia.

Produtos eróticos ganham espaço em feira de tecnologia

Depois que um massageador pessoal (Osé) foi banido da CES 2019, alguns brinquedos sexuais tecnológicos conquistaram lugar ao sol na edição 2020. Mas como...
Philipe Cardoso
2 min read

12 Replies to “O sucesso do Twitter”

  1. Este artigo não poderia estar mais errado – eu me surpreendo que o Philipe tenha deixado isto passar:

    1. O Twitter não é um microblog, e sim uma rede de microblogs.

    2. A diferença entre o Google e Twitter é que o Google é uma site de buscas e o Twitter uma rede social, mas que pode ser usada para ler notícias.

    3. Ele fez sucesso por causa de sua simplicidade (já existiam dezenas de outras redes de microblogs) e do pessoal por trás da empresa, que conseguiu convencer as webcelebridades a usarem. Quanto as celebridades e a mídia começaram a usá-lo para marketing, a coisa acelerou.

    4. Sobre o segundo motivo de sucesso… não é um motivo para o Twitter – em qualquer rede social você ve e lê o que a pessoa pensa, e de fato existiam outros sites de microblogs como o Jaiku que permitiam isto.

  2. Guilherme, eu mesmo publiquei o artigo após avaliar o conteúdo,

    Twitter (a não ser q tenha mudado) tem sim a ideia de um microblog, uma rede de microblog seria a unição de vários usuários correto, ou seja minha conta no Twitter é como se fosse o próprio.

    Sim a diferença é nitida entre a proposito de ambos um nasceu para rede social outro para buscas, o que o texto diz é que o mesmo pode ter a função do outro, e pessoalmente acho que faz muito bem dependendo do uso que vc atribui a ele.

    Dependendo dos seguidores e conteúdo que cada um publica eu acho que realmente vc pode aprender um pouco mais sobre o perfil de cada um, gostie bastante dos pontos simples que o Leandro apontou, e também do seu reply, um completou o outro.

    Vlw msm ;D
    E nos vemos no Twitter…

  3. Realmente o artigo não está 100%.

    Mas não é motivo de tamanho rebuliço meu caro.
    Tenho certeza que você já escreveu muitas coisas
    que contém muitas falhas também, então não é muito
    legal criticar o artigo de alguém que se dispõe a passar
    informação sobre tecnologia, ao invés de dar um apoio, uma crítica construtiva, que não é o que você está fazendo, espalhando uma má impressão sobre o post, conseqüentemente do blog, para o pessoal no twitter.

  4. Guilherme,

    Ótima avaliação!

    A comparação com o Google é referente às buscas e não ao tipo de site.

    Eu poderia apontar a simplicidade como fator de sucesso, bem lembrado!

    Sim, em qualquer rede social você vê o que a pessoa pensa, mas não com a proximidade que o Twitter proporciona.

    Como o Philipe disse, você completou muito bem o post, valeu!

  5. Dayvisson,

    Já aprendemos a lidar com estes trolls que pensam ser racionais,

    Mas como toda trabalho que nos propomos a publicar, podem dizer o que não está 100% e vamos debater sobre isto, alias web 2.0 eh isso ai, ah debate com inteligencia pr favor…

  6. Eu falei para eles corrigirem. Olha quantos erros:

    1. O Twitter não é um microblog, e sim uma rede de microblogs.

    2. O Twitter não é a terceira rede social – tem o LinkedIn, Hi5, muitos outros maiores.

    3. Como falei, os “motivos para crescimento” valem para todos as redes sociais, inclusive as que deram errado, logo não podem ser motivos para o sucesso do Twitter.

    4. Os usuários do Twitter buscam pessoas sim – só os geeks (eu me incluo) o usa para links legais.

  7. Não Guilherme, ser troll é a maneira com que voce aponta os “erros” que até nem considero que teve talvez sim uma falta de conteúdo, mas como a proposta é esta o campo de comentários está sendo bem usado…

  8. Adoro a Web 2.0!

    Talvez uma “comunidade de microblogs” seja uma boa definição. Considerando que uma comunidade contém um conjunto de pessoas que compartilham informação.

    Minha fonte sobre o terceiro lugar do Twitter é o site Compete.com. Corrijam-me se as posições se alteraram.

    Sim, existem motivos para todas as redes sociais. Mas não apontei que as redes sociais que deram errado são motivos para o sucesso do Twitter.

  9. Twitter é um servidor de microblogs.
    Quando o usuário se registra, cria seu microblog, o legal do twitter é que os usuários podem ver as atualizações de seus microblogs favoritos, e isso ocorre em questão de segundos, diferente de um blog normal, onde um post (tweet no twitter) não é escrito de maneira rápida e muito menos tem apenas 140 carecteres. Pelo fato dos usuários poderem se ‘relacionar/conversar’ pode-se considerá-lo uma rede social.
    Um post de um blog descente e normal, sempre fala sobre algo, e no twitter, a idéia é falar o que está acontecendo no dito momento. Pra mim, repito, pra mim, esse é um dos principais motivos do sucesso do twitter, com ele, é possível saber o que se passa em qualquer outro lugar.
    Talvez, um dos motivos do twitter ter ‘estourado’ é o uso das celebridades, mas para mim, repito novamente, pra mim, não foi o principal deles.

    Guilherme, sim, o twitter é uma rede/servidor de microblogs.
    Bem, não sei se ele está entre as três maiores redes sociais, mais em comparação ao hi5 e Linkedin concerteza ele é maior. Linkedin nem é rede social propriamente dita, ele é uma rede de negócios, possibilitando a criação de um perfil público para relacionamentos de negócios, ele pode ser comparado à uma rede de relacionamento entre profissionais.

    E deixa de ser troll! 😛

Deixe uma resposta para Guilherme Cherman Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *