[EXTRA] Entrevista EXCLUSIVA com Leandro Santos o ex mantenedor do Kurumin NG | Zoom Digital : Reviews de Smartphones, Tutoriais, Notícias

[EXTRA] Entrevista EXCLUSIVA com Leandro Santos o ex mantenedor do Kurumin NG

Por Philipe Cardoso
Categoria: Tecnologia
fev 4th, 2009
18 Comments
1024 Views

Entrevista exclusiva com Leandro Santos

O Zoom Digital traz para você a 1ª entrevista de Leandro Santos depois de voltar atrás de sua decisão de dar continuidade ao projeto Kurumin NG.

A entrevista ocorreu ontem por volta das 15 horas, na entrevista Leandro conta o porque de sua desistência, da um desabafo sobre o ocorrido, entre outras questões.

Clique em “continue to reading” logo abaixo ou no título do post para conferir a entrevista na íntegra.

Zoom Digital – Como e quando foi que você iniciou o projeto?

Leandro Santos-O projeto iniciou em meados de Junho/2008, comecei postando no Fórum GDH uma nova idéia para o sistema de Ícones Mágicos.

Zoom Digital-De alguma forma, Morimoto colaborava com o Kurumin NG?

Leandro Santos -Não. O pessoal anda dizendo que o simples fato de ele ter apoiado a idéia já era uma colaboração. Dizer isso é o mesmo que dizer que alguém pode pagar alguém por um serviço com um “Muito obrigado”, ou seja, é importante, bonito e tal, mas não paga as contas no fim do mês.

Zoom Digital -Quais e quantos eram os desenvolvedores do Kurumin NG? A Comunidade também ajudava a desenvolver?

Leandro Santos -No ínicio de tudo éramos 4 pessoas: José Queiroz, José Nilton, Dórian Langbeck e Fabio Lima, e tivemos algumas pequenas colaborações de outras pessoas onde infelizmente não me recordo o nome, mas entre elas está o Jayme Ayres que criou o Wallpaper oficial da versão 8.06. Depois de pouco tempo cada um foi se afastando do projeto por questões pessoais, com excessão do José Queiroz que se afastou por discordar da minha forma de lidar com o declínio no desenvolvimento do projeto.

Zoom Digital -Por que desistir desse maravilhoso projeto?

Leandro Santos -Eu tinha optado por continuar e iria continuar mesmo, pois no momento em que eu disse isso em público já tinha voltado a trabalhar no projeto, mas desisti poucas horas depois por colocar na balança os prós e os contras, como já estava chateado resolvi parar de passar raiva de uma vez, principalmente por causa dos comentários de pessoas que não sabem o que se passa mas já dão opinião a respeito da minha pessoa.

Zoom Digital -Você foi muito criticado por parte da comunidade?

Leandro Santos -Não, fui muito criticado por trolls que acham que me conhecem.

Zoom Digital -Por que você voltou atrás logo após da sua entrevista ao blog Meio Bit?

Leandro Santos -Porque neste intervalo de tempo eu parei para refletir sobre toda minha trajetória nesta área e percebi que estava dando socos em ponta de faca, e como a confusão já estava armada resolvi aproveitar o momento para fechar a questão de uma vez ao invés de deixar para depois. Não me arrependo pois estou bem mais aliviado.

Zoom Digital -Muitos perguntam, por que antes de finalizar, você não procurou voluntários para dar continuidade ao projeto?

Leandro Santos –Não procurei porque já tinha feito muito isso na época do Kalango e nunca dava resultado, sempre as pessoas apareciam, faziam uma coisinha ou outra e sumiam, então fiquei cético sobre o resultado que isso poderia ter.

Zoom Digital -Atualmente, você tem noção de quantas pessoas usam o Kurumin?

Leandro Santos -Não. E lembrando que falo apenas pelo Kurumin NG que era um novo projeto, sobre o Kurumin em si não tenho nenhuma informação.

Zoom Digital -Você não se sente arrependido de abandonar o projeto, que é um dos mais usados no Brasil, que incentiva, que da os primeiros passos para muitas pessoas a usarem o software livre?

Leandro Santos -Não me arrependo pois as pessoas hoje em dia estão mais ou menos bem servidas com opções como Ubuntu, OpenSuse, Fedora, Debian, Mandriva, GoblinX e etc.

Zoom Digital -O projeto está aberto para quem quiser virar mantenedor?

Leandro Santos -Por incrível que pareça eu mudei de time neste quesito, acho que este negócio de mais e mais distros já acabou, passou o tempo, só defendo esta idéia para projetos de nicho, como sistemas extremamente leves, distros voltadas para multimídia e etc. Portanto, de minha parte não está aberto, mas eu não posso proibir ninguém de fazer nada, afinal de contas tudo do projeto é livre e todos tem o direito de fazer o que quiser com ele, portanto minha opinião não vale muito neste caso.

Zoom Digital -Você vai voltar a atualizar o Kalango Linux?

Leandro Santos -Não.

Zoom Digital – Para finalizar, o que você espera para as próximas pessoas que comandarão o Kurumin?

Leandro Santos -Nem sei se haverá próximas…

Leandro Santos foi o criador do Kalango Linux, hoje um projeto descontinuado, e o ex mantenedor do projeto Kurumin NG, que foi iniciado por Carlos Morimoto, do Guia do Hardware. Leandro também colabora com o Guia do Hardware escrevendo artigos, noticias e participando do GHDCast.

Gostaria de agradecer ao Leandro pela entrevista que nos foi concedida, e pela humildade e simplicidade demostrado em todo contato feito com nosso editor Guilherme, realmente é uma lastima o fim de projetos como este, mas nós do Zoom Digital desejamos todo sucesso do mundo para o Leandro, seja contribuindo com o Software livre ou em qualquer outro projeto que esteja envolvido, sucesso não só na questão de desenvolvimento mas também na vida, e eu como muitas outras pessoas só temos a agradecer por todo este tempo de dedicação e trabalho duro para criar algo bom de uma maneira totalmente gratuita.

Obrigado Leandro.

About "" Has 2042 Posts

23 anos, Carioca, Criador do Portal Zoom Digital, mantém desde a epoca que possuia formato de blog, Podcaster oficial do Zoom Cast. Amante por todo tipo de tecnologia e formado como técnico de informática.

18 Responses to “[EXTRA] Entrevista EXCLUSIVA com Leandro Santos o ex mantenedor do Kurumin NG”

  1. Parabéns pela entrevista, Guilherme. É sobre esse tip de coisa que conversamos na Campus Party. Mandou ver!

  2. machado de assis disse:

    Muito barulho por nada: o entrevistado não disse absolutamente nada que já não tivesse dito antes. Inclusive, repetiu ipis literis algumas coisas

  3. Ai ai… “Machado de Assis” deve estar se remoendo no túmulo… Mas um querendo criar polêmica…
    Só devo os parabéns ao Leandro, e desejo muito sucesso nas próximas empreitadas!
    Parabéns também ao ZoomDigital, pela ótima entrevista!
    Abração!

  4. Alberto disse:

    Primeiramente dou meus parabéns pela entrevista.

    A entrevista deu ao Leandro a oportunidade de desabafar, e ele o fez, porém acredito que ainda haja mais polêmicas a serem divulgadas sobre os bastidores dessa “novela”.

    Talvez esse não fosse o momento certo para torná-las pública.

    Quem sabe algum dia!!!

  5. Marcos Bastos disse:

    Parabéns pela entrevista Guilherme, realmente muito esclarecedora.

    Quanto ao Leandro, infelizmente será uma grande perda o fim de uma das distros brasileiras mais populares.

  6. Parabéns Guilherme! Excelente entrvista!

  7. Guilherme Albuquerque disse:

    #Galera
    Muito obrigado pelos comentarios, não faria essa entrevista se não fosse por vocês…
    Conconro com todos vocês, Leandro estava com razão em desistir, no começo eu fui meio contra, mas depois que ele me respondeu essas perguntas, mudei completamente de ideia.
    Aproveitando o comentário parabenizo ele, pelo o que passou.

    Brigaduuuuuuu!

  8. Guilherme Albuquerque disse:

    # Machado de Assis
    Cara, idependente de entrevista tiver ficado boa ou não, dei a oportunidade para Leandro desabafar, e a unica pergunta repetida, foi a 1ª. A 2ª e a 3ª não eram relacionadas ao fim do Kurumin, mas sempre em uma entrevista, temos de dar uma recordada para os leitores ficarem “alienados” na entrevista, caso eles não conheçam o entrevistado. Se você ja conhece, parabéns por sua riqueza de informação, mas tenho certeza que muito dos leitores do Zoom Digital, não sabiam o que se passava com Leandro e o Kurumin NG.

  9. tião disse:

    É muito engraçado né,o sujeito sabia desde o princípio quanta rejeição o seu projeto sofreria pela mudança radical em relação ao projeto original do Morimoto,sumia sem dar o mínimo sinal de vida (um post de três linhas pelo menos uma vez na semana não toma tempo de ninguém),demonstrou não ter o mínimo de equilíbrio emocional pra tocar um projeto dando seus “pitis” quando resolvia aparecer e depois vem bancando a vítima,seja homem,sujeito! é muito fácil taxar quem se opunha as suas idéias de “troll”,difícil mesmo é admitir que precisa de um tratamento psicológico urgente pela sua mania de perseguição, para estar à frente de um projeto,seja de que natureza for,tem que ter no mínimo equilíbrio emocional,quando alguém me fala que eu preciso melhorar alguma coisa em meu trabalho,eu não me desmancho em lágrimas na minha cama,eu reflito e vejo no que posso melhorar,não saio por aí dando “coices” para todos os lados,pode ir,a porta é a serventia da casa e não mande lembranças,por favor!

  10. Que isso, Tião (Este é seu nome? OMG) Usar um projeto feito totalmente gratuito e apenas com esforço e tempo dos outros e exigir dele atualização e melhoria é muito fácil, mas não quando se tem comentários deste tipo no decorrer de todo um projeto feito com dedicação e tomada de tempo.

    Ninguém tem obrigação de gastar seu tempo distribuindo conteúdo gratuito, postando noticias, criando aulas ou até mesmo sistemas operacionais, e assim como o Gustavo Guanabara disse no Guanabara.INFO é este tipo de coisa que faz o idealizador perder suas forças e não ter vontade de continuar.

    No mínimo devemos um muito obrigado por todo tempo que foi gasto pelo Leandro podendo assim dar a todos nós mais uma alternativa de Software livre,

    O linux não é perfeito, nenhum sistema é perfeito, mas é toda esta comunidade por tras dela com inteligencia suficiente para criar conteúdo de qualidade que faz dela boa suficiente para receber pelo menos um “MUITO OBRIGADO” e não comentários deste tipo.

  11. tião disse:

    Philipe,como você mesmo disse,ninguém tem obrigação de gastar tempo distribuindo conteúdo gratuito,isso todo mundo concorda,o que eu acho errado é o sujeito se comprometer com uma comunidade inteira (se comprometeu por que quis) e depois ficar se lamentando o tempo todo mesmo sabendo o que o esperava,um exemplo de mantenedor de distro com caráter de verdade é o Bruno do Big linux,jamais vi sequer um post dele sendo ácido com alguém quando recebia alguma sugestão que contrariava suas idéias,pelo contrário,seus posts são sempre úteis e ponderados,em consequência disso,ninguém é ríspido com ele,porque uma ação sempre gera uma reação.,bem que ele poderia dar umas aulinhas para o “pobre coitado vítima de trolls” o senhor excelentíssimo ex mantenedor do kurumim NG.

  12. Pontes disse:

    Gostaria de dar minha opinião como usuário comum。
    Me lembro de quando ligavamos o msx na casa do meu cunhado; o msx ficou para trás, mas as pessoas que tiveram contato com ele subiram um degrau na escada do desenvolvimento.
    Hoje temos multitarefa, multiusuario, multimidia, interoperabilidade …
    As tecnologias convergiram; o sábio Presidente Gordon B.Hinckley disse “Ainda não arranhamos a superficie”.
    Continuemos para frente, teremos problemas e oposição, aliás são elas que unidas nos alavancarao aos próximos degraus do desenvolvimento, seja pessoal ou tecnologicamente falando.
    Muito, mas muito agradecido ao Leandro e ao Morimoto pelo seu empenho. Quero agradecer todo o pessoal da Revista PC MASTER, pois foi atraves dela que tive contato com as duas distribuicoes, muito agradecido a todos vocês que trabalharam e tornaram possível fazer este comentario. Também quero agradecer o Sr.Tiao; colhamos a semântica de suas críticas, não esquecendo que “…nos recônditos da alma dores há que não se vêem.

  13. […] Leia mais deste post no blog de origem: Clique aqui e prestigie o autor […]

  14. […] Leia mais deste post no blog de origem: Clique aqui e prestigie o autor […]

  15. E aí galera!

    Parabéns pela entrevista!

    É uma pena que um projeto tão atrativo como era o Kurumim NG acabou.
    Mas pelo jeito não era por falta de vontade do Leandro, pois acho que por ele continuaria o projeto.
    Porém sem o mínimo apoio e ainda tendo de aturar as críticas, optou por terminar.

    Valeu pessoal!

    Abraços a todos!

  16. Onjohio disse:

    😆

    Eu sempre sabia que os projetos Kurumin, Kalango e este NG tinha um final trágico.
    Sempre afirmei diretamente nos foruns do Kurumin e do Kalango que a porcaria um dia ia feder… Ok, podem me chamar de TROLL, mas o troll aqui acertou em cheio. Tirei o fórum Kurumin do ar um dia por causa do Morimoto que sempre me expulsava, dei uma lição em todos. Tem que ouvir e depois responder, ninguém é dono da verdade, mas estes dois Leandro e Morimoto são dois metidos e que não sabem iniciar um projeto, não há planejamento é só no vamos, vamos…

  17. […] http://www.zoomdigital.org/2009/02/entrevista-com-leandro-santos/ (Entrevista com Leandro Santos sobre a descontinuidade do Kurumin NG) […]

  18. striker disse:

    onjohio e tião, estamos esperando anciosos as contribuiçoes de vcs no mundo do software livre, se vcs criticam tanto quem ja fez tanto, então devem ter seus méritos para se gabar, mostrem pra gente o que ja fizeram e ponham na balança com o q o leandro fez e vejam se ja fizeram mais do q ele pra sair metendo a ripa nele assim. e quanto ao Morimoto, tadinho de vc. se algum dia vc chegar a fazer 1% do que ele ja fez ate aki pela comunidade de software livre brasileira você pdoe se considerar um deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *