Dosh é o novo game da gigante Facebook
20/07/2011
Febre do Momento (MEMES) vídeo
20/07/2011

Bomba da Gigante Linux

Philipe Cardoso
Philipe Cardoso
28 anos, Advogado, Carioca, Criador do Portal Zoom Digital, mantém desde a epoca que possuía formato de blog, Podcaster oficial do Zoom Cast. Amante por todo tipo de tecnologia.

4 Comentários

  1. ruyacquaviva disse:

    Em primeiro há de se considerar que cada alteraçãozinha foi considerada uma modificação, então o número parece inflado, maior do que é. E mesmo que fosse muito grande, por exemplo "361 novos recursos para o Linux" (citam 343 alterações pelo Srinivasan, 361 no total pela MS), não faria tanto sentido: não são recursos para melhorar o Linux de modo geral, mas sim um produto da própria MS.

    O que muitos não entendem é que as alterações que ela propôs, e/ou fez por meio de seu funcionário K. Y. Srinivasan, são insignificantes para o uso do Linux fora do mundo Windows.

    O que ela faz é melhorar o código dos drivers virtuais do Hyper-V – sistema de virtualização do Windows Server, que poderia ser comparado com o VMware, Xen, KVM, etc. Aparentemente entram aí melhorias para o Kinect também, este de longe o que mais pode beneficiar os usuários do Linux.

    Esses drivers deixam o Linux rodando melhor, com mais desempenho e/ou funcionalidades, num servidor virtual gerenciado pelo Windows Server. Só isso. A Microsoft não está ajudando o X, não está ajudando o KDE nem o GNOME, nada disso. Muito menos o Wine 😛

    • Fala meu nobre!

      Ótima lembrança!
      Por mais que as vezes nos deixamos errar, parece mesmo que a empresa fundada pelo tio Bill não está se importando com os demais a sua volta, mas sim pensando no seu produto.

      Afinal, é a lei do mercado, não?

      Obrigado pelo comentário!

      Abraços!

  2. Fala Alisson!

    Cara, interessante a tua postagem, e podemos considerar o comentário do amigo acima construtivo, não?

    Ah, bem lembrado por publicar a fonte dessa vez, porém você deve cuidar para postar o nome do site como link e não toda a URL, considerando que o site citado é o "The H". Fica mais "limpo" visualmente dessa forma, beleza?

    Abraços!

Deixe uma resposta para ruyacquaviva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *