Automatizando as Olimpíadas com um Carrinho de Rádio Controle

Jovem com deficiência cerebral finalizando graduação na TI
02/08/2012
Chrome melhorando performance do Flash
10/08/2012

Automatizando as Olimpíadas com um Carrinho de Rádio Controle

Pode ser que muita gente não veja utilidade pra um carrinho de controle remoto. Principalmente os pais que precisam alimentar a vontade dos filhos quanto ao brinquedo, comprando baterias. Com a popularização das baterias recarregáveis, baixando os preço, esse problema já foi solucionado, em partes. Mas na minha infância a reclamação referente aos gatos com isso era frequente.

Pensando em agilizar os processos de avaliação em algumas provas durante os Jogos Olímpicos de Londres, como arremesso de dardos, martelos e discos, por exemplo, em um projeto publicitário em parceria com a BMW, reunindo 160 modelos do Active Es e 40 Mini Coopers, foram fornecidas algumas unidades de carrinhos rádio controlados e caracterizados a partir dos modelos Mini, sendo comum ver os brinquedos pelos estádios. Os carrinhos suportam o trasporte de até 18 Kg e são alimentados por baterias com autonomia de 35 minutos. O controle dos carrinhos é realizado pelo supervisor, tranquilamente acomodado com alguns metros de distância do local onde está ocorrendo a prova, enquanto se necessário, um assistente vai até o devido local da pista para auxiliar.

Fonte: Quadro Rodas e Meio Bit

Joatan Fontoura
Joatan Fontoura
Estudante de tecnologias. Trabalha na área de TI, adora todo o tipo de gadgets e nas horas vagas tenta ser twitteiro e blogueiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *